Translate

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Brasil conquista cinco medalhas na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia

Andreia Verdélio
Da Agência Brasil, em Brasília

A delegação brasileira conquistou cinco medalhas e outras premiações na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (Olaa), que aconteceu na última semana no Uruguai. São os melhores resultados do país desde a criação da competição em 2009. Com o resultado, o país alcança a marca de 16 medalhas de ouro, 12 de prata e duas de bronze na história da Olaa. A equipe brasileira foi selecionada com base na pontuação obtida na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), de 2013.
 
"Desde que recebi o convite para a seleção, me empenhei muito, era um sonho. Quando fui selecionado, fiquei muito orgulhoso em representar o meu país, e nos preparamos muito bem para isso", disse o medalhista de ouro Romero da Silva, de 17 anos, de Itabira (MG). Ele está no 3º ano do ensino médio e já se decidiu por estudar engenharia aeroespacial na faculdade.
 
Nesta 6ª edição da Olaa, o Brasil conquistou três medalhas de ouro e duas de prata. Todos da equipe ganharam ainda o prêmio especial de melhor prova individual, por terem gabaritado os exames. Além de Romero, o ouro também ficou com os estudantes Rafael Charles Heringer Gomes, de Mogi das Cruzes (SP), e Wagner Fonseca Rodrigues, de Belo Horizonte (MG). Carolina Lima Guimarães, de Vitória (ES) e Lucas Hagemaister, de Porto Alegre (RS) ficaram com a prata. O grupo foi liderado pelos professores e astrônomos, João Canalle, coordenador da OBA, e Júlio Klafke.
 

Brasil possui três MBAs entre os melhores do mundo, segundo Financial Times

Do UOL*, em São Paulo
 
Três cursos de educação executiva no Brasil estão entre os 100 melhores do mundo, segundo o ranking anual dos melhores MBAs executivos do jornal britânico"Financial Times".
O OneMBA (FGV), o EMBA Worldwide (Universidade de Pittsburgh) e o curso do Instituto Coppead de Administração (UFRJ) aparecem em 38º, 53º e 100º, respectivamente.
 
O curso global OneMBA foi o melhor colocado entre os brasileiros, porém caiu 11 posições em relação ao ano passado. Em 2013, ele ocupava o 27º lugar na lista global. O levantamento mostra que os estudantes da instituição tiveram um aumento salarial de 54% depois de terem feito o MBA. O salário estimado para o profissional foi de US$ 167.987 anuais.
 
Já o curso EMBA Worldwide apresentou melhora e cresceu quatro posições de 2013 para cá. No ano passado, ele registrou o 57º lugar no ranking. A escola de negócios Katz Graduate School of Business da universidade oferece aulas em Pittsburgh, nos Estados Unidos, em São Paulo e em Praga (República Tcheca). O salário anual após a conclusão deste curso foi de US$ 171.340 e o aumento salarial com a formação cresceu 37%.
 

ENEM: Candidatos poderão acessar seus cartões de confirmação a partir da segunda-feira, 27


Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 poderão conferir seus cartões de confirmação de inscrição a partir da próxima semana. O sistema de consulta ao cartão estará disponível na página do exame na internet na segunda-feira, dia 27. Para acessá-lo, é preciso informar CPF e senha para conferir e imprimir o documento. 

A partir dessa data, os cartões enviados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) via correios também começarão a chegar aos endereços informados no ato de inscrição pelos participantes. 

Informações – Os cartões de confirmação apresentam os dados pessoais do participante – nome; cadastro de pessoa física (CPF); número de inscrição no Enem; data, hora e local de realização das provas; opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol), necessidade de atendimento especializado ou específico (quando houver) e indicação de solicitação de certificação do ensino médio (se for o caso).

Em casos de cartões devolvidos, o Inep entra em contato com os participantes por meio de SMS e mensagem eletrônica, por celular e e-mail informados ao instituto no ato da inscrição. Quem não receber o cartão, não conseguir imprimi-lo pela internet ou constatar erro no documento, deve entrar em contato com o atendimento ao participante, pelo telefone 0800 61 61 61.

Exame – O número de inscritos no Enem 2014 cresceu 21,6% em relação ao ano passado, chegando a 8.721.946 participantes. As provas serão aplicadas dias 8 e 9 de novembro próximo, em todas as unidades da Federação e no Distrito Federal e municípios, às 13h, horário oficial de Brasília.

No primeiro dia, os participantes terão quatro horas e 30 minutos para fazer as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, cada uma com 45 questões. No segundo dia, serão cinco horas e 30 minutos para responder as 45 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias e as 45 de matemática e suas tecnologias, além de fazer a prova de redação. 

Oportunidades – A nota obtida no Enem é critério de acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni). É também requisito para obtenção do benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participação no programa Ciência sem Fronteiras e em seleções para bolsas de graduação-sanduíche da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). 

Com a nota, o estudante também pode se candidatar a vagas gratuitas de cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estudantes maiores de 18 anos podem obter a certificação do ensino médio por meio do exame. 

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep


Fonte: MEC

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Empresa dá US$ 1.500 para que funcionários viajem e voltem inspirados

Do UOL, em São Paulo
  • Divulgação
    A gerente de projetos Anna Watt gastou seus US$ 1.500 em Machu Picchu, no Peru
    A gerente de projetos Anna Watt gastou seus US$ 1.500 em Machu Picchu, no Peru
A agência de publicidade ThinkPARALLAX, na Califórnia, Estados Unidos, resolveu dar a seus funcionários US$ 1.500 (cerca de R$ 3.650) para que façam uma viagem. O objetivo é que voltem criativos e com boas ideias.
"Em vez de mandar os funcionários a conferências ou museus locais, pensamos: e se a equipe toda fosse 'forçada' a viajar para mergulhar em uma nova cultura e encontrar inspiração?", dizem os sócios da ThinkPARALLAX Jonathan Hanwit e Guusje Bendeler, no site da empresa.
As únicas condições para os funcionários – 11, no total – é que a viagem seja para um destino onde nunca estiveram e que embarquem entre setembro e dezembro.
Apenas os donos ficam sabendo com antecedência qual o país escolhido. Os colegas de trabalho só descobrem quando o viajante começa a postar fotos e relatos no site dedicado ao projeto, o thinkparallax.com/parallaxploration.
Até agora, três funcionários já foram para Alemanha, Holanda e Peru.
A gerente de projetos Anna Watt esteve em Machu Picchu, no Peru, e diz que "a jornada me inspirou a sair da zona de conforto, correr riscos e olhar ao meu redor e para os meus recursos com uma nova perspectiva."

Aos 16, campeã 'olímpica' diminui ritmo dos estudos para 10h por dia

Bruna Souza Cruz
Do UOL, em São Paulo
  • Arquivo pessoal
    Letícia começou a se interessar por competições estudantis aos 11 anos
    Letícia começou a se interessar por competições estudantis aos 11 anos
Letícia Pereira de Souza tem só 16 anos, mas já é uma "atleta" de destaque em olimpíadas do conhecimento.
Em cinco anos de competições, a jovem conquistou 12 medalhas e duas menções honrosas por seu desempenho nas áreas de astronomia, biologia, ciência, física e química.
O prêmio mais recente foi uma medalha de ouro na Olimpíada Ibero-Americana de Biologia, realizada na primeira quinzena de setembro deste ano, no México. "Estudava desde dezembro para ela. Foi incrível", conta.
Para assegurar o bom desempenho, a jovem passa o dia todo na escola e divide sua agenda entre as aulas do segundo ano do ensino médio, grupos de estudo e atividades extras para as competições escolares.
"Acho que chego a estudar em média umas 10h por dia, contando o tempo que passo em sala de aula. Alguns dias fico mais tempo por causa das aulas preparatórias", conta.  "Mas no começo do ano eu estudava ainda mais. Acho que até 12h por dia. Só que resolvi diminuir o ritmo e cuidar mais da saúde. Agora, faço natação duas vezes por semana para ajudar a aliviar a tensão", acrescenta.
Seus objetivos diante de tanto esforço é ser aprovada em universidades nacionais e internacionais. O grande sonho de Letícia, no Brasil, é passar em ciências físicas e biomoleculares na USP ou em engenharia aeroespacial no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica). "Eu queria engenharia desde o 9º ano, mas no fim do 1º ano [ensino médio] eu descobri a biologia de verdade. E me apaixonei", relata.
Já no exterior, a estudante deseja fazer algum curso na área de biologia no Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) ou na universidade de Columbia, em Nova York.

Arquivo pessoal
Letícia durante Olimpíada Ibero-Americana de Biologia, realizada no México
De São Paulo para o Ceará

As premiações recebidas por Letícia renderam alguns convites para ela cursar o ensino médio em escolas particulares com bolsas de estudo. O Colégio Ari de Sá Cavalcante, em Fortaleza, foi o escolhido.      
Confiante de que mais essa mudança lhe traria bons frutos na educação, a estudante fez malas e se mudou de Pindamonhangaba (140Km de São Paulo), cidade em que morava com os pais, para cursar com bolsa integral o segundo ano do ensino médio. "Meu pai visitou o colégio e acertamos a proposta de que eles pagariam moradia e [a mensalidade do] colégio".
Os primeiros dias não foram fáceis pós-mudança. A nova cidade, a falta da família e a exigência de uma puxada rotina escolar foram situações difíceis de enfrentar. "Tive que aprender tudo sozinha, aprender a fazer compra, me organizar. A saudade é muito complicada, mas depois de um tempo a gente acostuma", diz a jovem que mora num pensionato com outros estudantes do mesmo colégio e aprendeu a administrar o dinheiro (entre R$ 80 e R$ 100) enviado semanalmente por sua família.
"A mudança foi boa. Esse ano fiz muito mais olimpíadas do que no ano passado. Voltei da Ibero-Americana [de biologia] e logo já tenho a de física. Acho que isso [participar das competições] pode me ajudar bastante quando eu tentar uma vaga nas universidades de fora", explica.
Apesar do dia a dia puxado, a estudante dá um jeitinho para ter momentos de lazer aos finais de semana.  "No sábado e domingo faço compras pra casa, saio para jogar RPG ou vou para a beira-mar [avenida] andar de patins. É bem gostoso."

Interesse

O interesse pelas olimpíadas do conhecimento vem desde pequena. Aos 11 anos participou da Olimpíada Brasileira de Astronomia e conquistou sua primeira medalha, uma de bronze. O gostinho pela vitória só reforçou a vontade de continuar competindo. No ano seguinte, ganhou uma medalha de ouro na mesma competição.
"A primeira medalha mais importante foi uma de prata na Olimpíada Paulista de Física [2011]. Foi incrível ver todo o esforço ser compensado. Na época, eu nem conhecia muito de física, mas ganhar me estimulou a estudar ainda mais", lembra.
O gosto pelas competições foi tanto, que Letícia na sexta-série do ensino fundamental -- aos 11 anos -- decidiu mudar de escola. Segundo a estudante, a instituição de ensino não quis inscrevê-la em uma competição escolar e ela decidiu buscar outra que a apoiasse.
"Eu pedi para a direção me inscrever, mas eles não fizeram nada para ajudar. Aí um professor me incentivou a mudar em busca de um incentivo maior. Conversei com meus pais e eles aceitaram", explica.
Letícia diz que após a troca de colégio conseguiu participar de mais competições e não parou mais. Só no ano passado, conquistou seis premiações, entre competições nacionais e internacionais.

Homem paralisado volta a andar após transplante de células do nariz

Fergus Walsh
Correspondente de Medicina da BBC
  • BBC
    Fidyka foi esfaqueado em 2010 e não apresentava sinais de recuperação
    Fidyka foi esfaqueado em 2010 e não apresentava sinais de recuperação
Um homem paralisado conseguiu andar novamente após um tratamento inovador que envolveu o transplante de células de sua cavidade nasal para a medula espinhal.

Darek Fidyka, de 40 anos, ficou paralisado do peito para baixo após ser esfaqueado várias vezes em 2010. Agora, ele pode andar usando um andador. Ele também recuperou algumas funções da bexiga e intestino e funções sexuais.

Antes do tratamento, Fidyka estava paralisado havia quase dois anos e não mostrava nenhum sinal de recuperação, apesar de meses de fisioterapia intensiva. Ele disse que andar novamente foi "uma sensação incrível".

"Quando você não pode sentir quase metade do seu corpo, você é impotente, mas quando ele começa a voltar, é como se você tivesse nascido de novo".

O tratamento, inédito no mundo, foi realizado por cirurgiões poloneses em colaboração com cientistas em Londres. Detalhes da pesquisa foram divulgados na publicação científica Cell Transplantation.

O programa de TV Panorama, da BBC, teve acesso exclusivo ao projeto e passou um ano acompanhando a reabilitação do paciente.

O chefe de regeneração neural do Instituto de Neurologia da Universidade College, de Londres, liderou a equipe de pesquisadores. Ele disse que o resultado é "mais impressionante do que o homem andar na lua".

Como foi

O tratamento utilizou células especiais que fazem parte do sentido do olfato (OECs, na sigla em inglês). Elas agem como células de direção, que permitem que as fibras nervosas do sistema olfativo sejam continuamente renovadas.

Na primeira de duas operações, os cirurgiões removeram um dos bulbos olfativos do paciente e as células cresceram em cultura. Duas semanas depois, eles transplantaram as células para a medula espinhal, que tinha sido reduzida a uma pequena faixa de tecido, à direita.

Eles tinham apenas uma pequena porção de material para trabalhar - cerca de 500 mil células. Cerca de 100 microinjeções de células olfativas foram feitas acima e abaixo da lesão.

Quatro tiras finas de tecido nervoso foram tiradas do tornozelo do paciente e colocadas através de uma lacuna de 8mm no lado esquerdo da medula espinhal.

Os cientistas acreditam que as células olfativas forneceram uma direção, permitindo que as fibras acima e abaixo da lesão se reconectassem, usando os enxertos de nervos para preencher a lacuna na medula espinhal.

Fidyka mantém o programa de exercícios que já realizava antes do transplante - cinco horas por dia, cinco dias por semana. Ele notou pela primeira vez que o tratamento havia sido bem sucedido após cerca de três meses, quando sua coxa esquerda começou a desenvolver músculos.

Seis meses depois, ele foi capaz de tentar dar seus primeiros passos com a ajuda de barras paralelas, usando muletas e com o apoio de um fisioterapeuta. Dois anos após o tratamento, ele agora pode andar fora do centro de reabilitação utilizando um andador.

O neurocirurgião Pawel Tabakow, consultor no Hospital Universitário de Wroclaw, que liderou a equipe de pesquisa polonesa, disse: "É incrível ver como a regeneração da medula espinhal, algo que era considerado impossível por muitos anos, está se tornando uma realidade".

Fidyka ainda se cansa rapidamente ao caminhar, mas disse: "Eu acho que é realista que um dia irei me tornar independente".

"O que eu aprendi é que você nunca deve desistir, mas continuar lutando, porque alguma porta se abrirá na vida".

Um fator determinante para o sucesso do procedimento em Fidyka foi que os cientistas puderam usar céulas do bulbo olfatório do paciente. Isso significa que não havia perigo de rejeição, por isso não houve a necessidade de medicamentos imunossupressores usados em transplantes convencionais.

A maior parte da reparação de medula espinhal de Fidyka ocorreu no lado esquerdo, onde havia uma lacuna de 8mm. Desde então, ele recuperou massa muscular e movimento principalmente nesse lado.

Os cientistas acreditam que esta é uma evidência de que a recuperação se deve à regeneração, já que sinais do cérebro que controlam os músculos da perna esquerda viajam para baixo pelo lado esquerdo da medula espinhal.

Exames mostraram que a lacuna na medula espinhal fechou-se após o tratamento.


Detran-PE abre novas inscrições nesta terça-feira para o programa CNH Popular

O Detran Pernambuco abre, nesta terça-feira (21), uma nova rodada de inscrições no programa Carteira de Habilitação Popular. Interessados têm até 23 de novembro para se inscrever no site do órgão. Dez mil pessoas serão selecionadas para fazer, de graça, todas as etapas para renovar, adicionar ou mudar a categoria na habilitação.

O programa tem como público-alvo pessoas de renda inferior a dois salários mínimos, desempregados, alunos do ensino público e beneficiários de programas assistenciais, como o Bolsa Família e o Chapéu de Palha, egressos e liberados do sistema penitenciário e socioeducandos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase).

Ao fazer a inscrição, o candidato preenche um cadastro informando a qual segmento dos citados acima ele pertence, como desempregado ou aluno do ensino público. Além dos dados pessoais, devem ser informados o número de dependentes, valor da renda, dentre outros.

Finalizado o período de inscrições, será disponibilizada e divulgada, no site do Detran, a relação dos selecionados de acordo com a ordem de classificação por segmento. Os convocados deverão comparecer à sede do órgão com a documentação exigida para cada segmento beneficiado para comprovar as informações prestadas no ato da inscrição.

A maior porcentagem das vagas (65%) será para os candidatos à mudança de categoria do documento. Outros 20% para adição de categoria e 15% renovação do documento. As vagas são repartidas em igual proporção para as cidades do interior do estado e Região Metropolitana do Recife.

Aproximadamente 1,3 milhões de pessoas já se inscreveram no CNH Popular em seis anos de existência do programa. Em 2014, a expectativa é que se inscrevam 400 mil pessoas.

Blog: O Povo com a Notícia

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A menos de um mês do Enem, aluno deve fazer simulado e revisão

Lucas Rodrigues
Do UOL, em São Paulo
A menos de um mês do início das provas dos grandes vestibulares, como Fuvest e Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), os vestibulandos devem reduzir um pouco o ritmo e focar em revisões e em simulados. É o que acreditam especialistas ouvidos pelo UOL. O Enem, que inaugura a temporada dos processos seletivos, acontece nos dias 8 e 9 de novembro.

Para Maria Beatriz Loureiro de Oliveira, coordenadora do Serviço de Orientação Vocacional da Unesp (Universidade Estadual de São Paulo) de Araraquara, este período é para reforçar a assimilação dos conteúdos. 

"Esse processo é menos dolorido e mais rápido. Quando o estudante quer aprender algo que ainda não está assimilado, é um desgaste", analisa. "Por isso agora é importante que ele faça revisões."

A educadora Andrea Ramal acredita que um dos melhores métodos de revisão é praticar com provas anteriores. Para isso, ela recomenda que o aluno responda cada questão mentalmente antes de olhar as alternativas. "Se não souber, não chute. É bom pesquisar até descobrir a resposta correta", diz. 

Canal do YouTube usa games clássicos para ensinar filosofia

Carlos Oliveira
Do UOL, em São Paulo

O que os filósofos Platão e Jean Paul Sartre têm em comum com games do Nes, videogame da década de 1980? Dois cineastas norte-americanos se perguntaram isso para criar uma série de vídeos educativos unindo teorias muitas vezes difíceis com jogos clássicos.

Os episódios do 8-Bit Philosophy estão disponíveis no YouTube (acesse aqui, em inglês). Criados por Jacob S. Salamon e Jared F. Bauer, eles são inspirados sucesso de uma outra série da dupla, a Thug Notes (acesse aqui). Nesta, um "mano" abusa das gírias para resumir e analisar de forma séria obras literárias que vão de "Édipo Rei" e "Macbeth" a "Jogos Vorazes" e "O Hobbit".

"Depois de fazer o Thug Notes, sabíamos que o próximo assunto que queríamos abordar era a filosofia", diz Bauer. A questão se tornou "Como podemos deixar a filosofia mais palatável e não tão séria?", conta.

Os criadores acharam divertido unir games e filosofia e viram público potencial na grande quantidade de vídeos dedicados a games no site de vídeos.


Animações

A primeira animação usou gráficos de "The Legend of Zelda" para dar conta da alegoria da caverna, de Platão. Logo personagens de Mario viraram proletários explorados que explicam teorias de Karl Marx e o azulão Megaman se viu atirando no vilão Willy para entender conceitos de Friedrich Nietzsche.

Immanuel Kant e o jogo de tiro Contra se fundiram em "Kantra - Os humanos operam como computadores?".

Conceitos de René Descartes, Martin Heidegger, Jean Paul Sartre, Simone de Beauvoir e outros filósofos também são abordados.

Perguntado sobre se o público do YouTube parece entender os conceitos, Bauer diz que a reação tem sido mista. "Esse tem sido o maior desafio do projeto - tentar educar os leigos enquanto satisfaz os especialistas. É um equilíbrio muito delicado", relata.


Processo

Para escolher o tema do episódio, Bared diz que lê textos introdutórios de filosofia e recebe consultoria de dois acadêmicos da área, Mia Wood e Matt Reihcle. Como a equipe é muito ocupada, geralmente só tem tempo para falar sobre jogos antigos.

"Então eu passo horas assistindo a vídeos de jogos de Nesno YouTube", conta o cineasta.

A produção dos vídeos é feita por um animador que está na Coreia do Sul, tornando a diferença de fuso a maior dificuldade de todo o processo.


CONCURSO: Dataprev: 4.016 vagas de até R$ 6,3 mil

Oportunidades em cargos de níveis técnico e superior distribuídas por todas as capitais do país. Inscrições poderão ser realizadas a partir desta segunda (20), com taxas de R$ 50 a R$ 80


Foi publicado nesta segunda-feira, 20 de outubro, o edital do novo concurso da Dataprev, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social, que traz 4.016 vagas para a formação de cadastro reserva.

As inscrições tiveram início às 10h de hoje e seguirão até o dia 17 de novembro. Organizada pelo Instituto Quadrix, a seleção disponibiliza os formulários de participação no site www.quadrix.org.br. As taxas são de R$ 50 para posições de nível médio e de R$ 80 para as que requerem ensino superior. Pedidos de isenção serão recebidos até 10 de novembro.

Provas objetivas e discursivas farão a triagem dos candidatos. Para as funções que pedem diploma de graduação também haverá análise de títulos.

Os exames de múltipla escolha e dissertativo serão realizados no dia 14 de dezembro em todas as capitais brasileiras. A duração será de quatro horas.

O resultado final é esperado para 23 de fevereiro de 2015. O concurso reserva 10% das colocações para pessoas com necessidades especiais e 20% aos afrodescendentes.

Oportunidades 
Com exigência de nível técnico e registro profissional são oferecidos os cargos de auxiliar de enfermagem do trabalho (5) e técnico de segurança do trabalho (6) para lotação na cidade do Rio de Janeiro (RJ). A perspectiva de remuneração é de R$ 3.129,73, composta por salário-base de R$ 2.123,40, adicional de atividade no valor de R$ 285,13 e auxílio-alimentação de R$ 721,20.

Para concursandos com ensino superior que tenham registro no conselho da categoria, quando aplicável, as chances podem ser separadas por salário. O valor mensal de R$ 5.837,38, contando vencimento básico de R$ 4.445,95, adicional de R$ 670,23 por atividade e auxílio-alimentação (R$ 721,20) será pago para aos 510 analistas de processamento que tomarão posse no Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Brasília (DF).

Já a remuneração de R$ 6.395,39 – com base de R$ 5.003,96, adicional de R$ 670,23 e auxílio-alimentação de R$ 721,20 – é oferecida para as carreiras de engenheiro de segurança do trabalho (6) e médico de segurança do trabalho (6), com lotação no Rio de Janeiro (RJ).

O mesmo ganho mensal, dentro do rol de profissões para graduados, é concedido para o emprego de analista de tecnologia da informação nos ramos de administração de pessoal (30), advocacia (80), análise de informações (15) e negócios (425), arquitetura (19), comunicação social (15), contabilidade (27), desenvolvimento de pessoas (25), desenvolvimento (1.094), engenharia civil (14), engenharia elétrica (32), engenharia mecânica (14), finanças (36), gestão de TIC (489), infraestrutura e aplicações (817), processo administrativo (51), prospecção de soluções (43), qualidade de vida (9), serviços logísticos (168) e web design (80). As vagas estão em todo o país.

Os escolhidos serão admitidos pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Os contratos incorporam benefícios como reembolso pré-escola (para filhos matriculados em creche, maternal e educação infantil); reembolso escolar (para os dependentes dos empregados matriculados no ensino fundamental e médio); apoio financeiro a tratamento especializado; plano de previdência complementar; e plano de saúde e odontológico.

domingo, 19 de outubro de 2014

ÍCONES DA MÚSICA BRASILEIRA: WANDO

Wando, nome artístico de Wanderley Alves dos Reis (Cajuri, 2 de outubro de 1945 — Nova Lima, 8 de fevereiro de 2012), foi um cantor romântico brasileiro. Além da música, era conhecido por ganhar calcinhas de suas fãs durante os shows. Wando possuía uma coleção da vestimenta estimada em 17 mil peças.

O hipocorístico Wando foi dado por sua avó. Ainda pequeno mudou-se de Cajuri para Juiz de Fora, onde formou-se em violão erudito e começou a lidar com música por volta dos 20 anos. Nessa época já participava de conjuntos e se apresentava em bailes na região. Mais tarde muda-se para Volta Redonda (estado do Rio de Janeiro), onde trabalhou como caminhoneiro e feirante.

Sua carreira de cantor iniciou-se em 1969 e o sucesso veio em 1973 quando gravou seu primeiro disco na Discos Copacabana. Compôs para outros medalhões da MPB, como Jair Rodrigues, que no ano de 1974 gravou “O Importante é Ser Fevereiro”. Em 1975, Ângela Maria gravou "Vá, mas Volte". “A Menina e o Poeta” foi gravada por Roberto Carlos em seu álbum de 1976. "Moça" (1975), "Chora Coração" (1985), que fez parte da trilha sonora da telenovela Roque Santeiro, e, principalmente, "Fogo e Paixão", lançado no álbum O Mundo Romântico de Wando, de 1988, foram seu maiores sucessos.

Wando foi casado com Rose Marie, com quem teve dois filhos: Gabriela e Wanderley Junior. Antes de morrer, se relacionava com Renata Lana Costa e Souza, com quem teve uma filha, Maria Sabrina.

Wando entrou para o RankBrasil - Recordes Brasileiros - pela “Maior das colecoes de calcinhas do país”. A coleção teve início em 1990, após o lançamento do álbum Tenda dos Prazeres. Como estratégia de divulgação do disco, ele usou a brincadeira de distribuir as peças íntimas nos shows e o retorno foi imediato, deixando registrada a sua marca.

Em 27 de janeiro de 2012, Wando foi internado na UTI de um hospital em Belo Horizonte com graves problemas cardíacos. Foi submetido a uma angioplastia de emergência e passou a respirar por aparelhos. Sua morte, por parada cardiorrespiratória, foi anunciada às 8 horas da manhã de 8 de fevereiro de 2012 no Biocor Instituto em Nova Lima, Minas Gerais. o corpo do cantor foi sepultado em Belo Horizonte.

Fonte: Wikipédia

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Professores defendem uso de recursos audiovisuais para ajudar alunos

Mariana Tokarnia e Yara Aquino
Da Agência Brasil, em Brasília
A formação de professor começou na faculdade para Thiago Bahé. Foram estágios e plantões para tirar dúvidas que o colocaram em contato com os estudantes para ensinar uma disciplina temida: física. Ele graduou-se em 2011 e, desde então, está na sala de aula. Leciona na escola particular Mackenzie, no Lago Sul, em Brasília, e na rede pública, no Centro de Ensino Fundamental São José, em São Sebastião, no Distrito Federal, onde dá aulas para a Educação de Jovens e Adultos. Os alunos são do 9º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio.

"Tenho convicção de que a gente precisa utilizar recursos que facilitem ou deixem a física mais concreta para os alunos", diz Bahé, que utiliza recursos audiovisuais para ajudar na compreensão. São slides e simulações, muitas disponibilizadas por instituições de ensino superior como a UnB (Universidade de Brasília).

"Usei uma simulação para ensinar fenômenos sonoros. Com ela, os alunos puderam ver a imagem da onda e ouvir qual era o efeito gerado por aquele fenômeno. Diferente do quadro, ele teve a oportunidade de visualizar aquilo", exemplifica o professor.

Professores apostam no diálogo para conquistar confiança de alunos

Mariana Tokarnia
Da Agência Brasil, em Brasília
O diálogo foi a forma encontrada por professores recém-formados para conquistar a confiança e o respeito dos estudantes. A professora de biologia Amanda Rodrigues e o professor de educação física Rafael Duarte começaram a dar aulas este ano, ambos no ensino fundamental. Para eles, conhecer os alunos é o segredo para uma boa relação.

"Posso estar sendo romântica, mas acho que ter carinho, se dedicar à profissão é ser um bom professor. E ser professor está muito além de chegar ali para escrever na lousa. É saber identificar se está tudo bem, até que ponto posso ir, ter um olhar diferenciado tanto para cada turma quanto para cada um", diz Amanda.

Ela tem 24 anos, "com cara de 21", como descreve. Desde março deste ano leciona biologia para alunos do 6º ao 9ª ano do Colégio do Sol, escola particular no Lago Norte, em Brasília. 'Sou muito aberta, os alunos vêm conversar sobre a aula, sobre sexualidade". A professora diz que se dedica à escola praticamente de segunda a segunda. "Sempre estou lendo, buscando coisas novas para levar a eles, procuro não ficar presa ao livro", conta Amanda.

A SEMANA DO PROFESSOR


Em alguns países há um dia especial para os professores, em outros é feriado e alguns faz apenas comemorações.
No Brasil o dia do professor é comemorado em 15 de outubro decreto baixado por D. Pedro I em 1827, em homenagem ao ensino elementar, ou seja, PRIMEIRAS ESCOLAS OU PRIMEIRAS LETRAS.
A semana do professor (a) e já a antecipação do funcionalismo público na EREM José Severino Araújo foi marcado por uma confraternização no Clube do Bastinho, vivenciando o tema “anos 60”, com animação de Lenilson Nunes. Os educadores, funcionários públicos, gestão e familiares se confraternizaram com jantar, e sorteios de presentes. 

Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
(Cora Coralina)


Prof. Josivan e Madalena. 

Rio São Francisco: técnicos preveem vazões ainda mais reduzidas


Por Assessoria

Em nova reunião de avaliação sobre as defluências praticadas na bacia do rio São Francisco, realizada na sede da Agência Nacional de Águas – ANA, em Brasília, na ultima quinta-feira (9.10), ficou decidido que tanto o setor elétrico (Cemig, Chesf, ONS) como os órgãos governamentais, incluindo a ANA,  devem se reunir no próximo dia 22 em Salvador (BA), para apresentar aos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco o planejamento para os próximos meses em relação ao nível do rio São Francisco. Os técnicos dos órgãos federais vislumbram um cenário mais conservador que o atual para os próximos meses, em virtude da atual estiagem, segundo dizem, pior até mesmo do que a verificada no período que provocou o racionamento de energia, no ano de 2003.

REDUÇÃO - Com relação à represa de Sobradinho, na Bahia, a defluência atual de 1.100 m3 por segundo deve permanecer até o final de outubro, mas existe a proposta de reduzir o nível do rio para apenas 900 m3 por segundo nos períodos de carga leve, de 0h às 7h, entre novembro e dezembro, e aumentá-la para 1.700 m3 por segundo, com média de 1.500 m3, nos períodos de maior demanda. O objetivo seria aliviar o reservatório de Tucuruí, no rio Tocantins, de forma a atender ao aumento da necessidade de maior geração de energia. Além disso, ficou definido que a represa de Três Marias, em Minas Gerais, terá a defluência reduzida de 150 m3 para 140 m3 por segundo até o final de outubro, podendo chegar a 120 m3 após esse prazo.

Diante da nova proposta de redução, confirmada pelos técnicos do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis – Ibama, o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, avisou que o colegiado não irá participar de qualquer aprovação nesse sentido e permanecerá vigilante. Para ele, é a parte interessada, ou seja, o setor elétrico, quem deve dar a notícia.  "Entendemos as dificuldades, mas é necessária uma discussão com todos os usuários da bacia. O setor elétrico não pode impor, goela abaixo, suas opiniões e decisões. Essa variação tem consequências gravíssimas na questão ambiental", alerta Miranda.

Racionamento evitado

No encontro, o gerente do Operador Nacional do Sistema Elétrico, Vinícius Forain Rocha, disse que a medida visa promover a reserva de água, a geração de energia e o secamento dos reservatórios. Ele relatou, ainda, que a energia armazenada no Nordeste está em 20% e, sem o controle das vazões, esse percentual estaria abaixo da metade. Apesar do cenário projetado pelos técnicos, o governo federal evita projeções que levem a racionamento.

MEIO AMBIENTE - Anivaldo Miranda aproveitou a reunião para propor à ANA que requeira ao Ibama a criação de um fórum com o objetivo de ouvir e manter informados os secretários de Meio Ambiente dos estados e municípios circunscritos na bacia do São Francisco. O secretário de Meio Ambiente de Alagoas, Artur Ferreira, esteve presente ao encontro e relatou as dificuldades vivenciadas na região do Baixo São Francisco.  "O governo de Alagoas está muito preocupado com o nível atual do rio. O nosso Instituto de Meio Ambiente realizou uma expedição e constatou os graves danos econômicos, sociais e de saúde para a população ribeirinha. A região está sofrendo grandemente os impactos, e a continuidade desse quadro nos deixa extremamente alarmados e preocupados", declarou Ferreira.

O secretário de Meio Ambiente de Pirapora (MG), Célio César Almeida, relatou o quadro dramático registrado na região. "Na nossa região, os peixes estão sendo encontrados em bolsões", disse. "O Ibama havia se comprometido a realizar uma visita técnica no município no dia 30 de agosto mas isso não aconteceu", completou. O superintendente da ANA, Joaquim Gondim, que comandou a reunião ao lado do presidente da agência, Vicente Andreu, definiu que, na última semana deste mês, haverá nova reunião de avaliação, especialmente para verificar os impactos no nível de Três Marias, pois um possível cenário desfavorável irá provocar nova defluência.Minuto Sertão