Translate

sexta-feira, 25 de julho de 2014

VI FÓRUM DE EDUCAÇÃO INTEGRAL REÚNE MAIS DE 5 MIL PROFESSORES

Evento acontece no Chevrolet Hall, em Olinda, e discute a educação integral e profissional

Teve início na manhã desta quinta-feira (24) e vai até sexta-feira(25), o VI Fórum de Educação Integral, no Chevrolet Hall, em Olinda. A abertura do evento aconteceu no palco da casa de eventos e contou com a presença de professores, técnicos educacionais e gestores escolares na plateia, além de representantes da Secretaria de Educação e Esportes do Estado, que fizeram a abertura prestando uma homenagem aos educadores e ressaltando a importância do encontro para os profissionais da educação.

O secretário de Educação e Esportes, Ricardo Dantas, realizou a abertura do evento, agradecendo o envolvimento dos convidados em participar dos seminários, e a presença dos professores de escolas de referência e técnicas. “As escolas integrais do estado são referência para o país, e esse mérito devemos ao trabalho de todos os educadores que fazem seus trabalhos, diariamente, em sala de aula”, ressaltou, finalizando o discurso com o pedido de um minuto de aplausos em homenagem ao escritor Ariano Suassuna, que faleceu na tarde da última quarta-feira (23), no Recife.

O secretário-executivo de Educação Profissional, Paulo Dutra, falou sobre o sentimento de participar de mais um fórum voltado para a área. “Hoje estamos aqui com 327 escolas discutindo temas importantes para a educação. Como professor, estou em estado de graça por estar aqui presente, com tantos colegas de trabalho, prestigiando este momento”, disse, ressaltando que sem o trabalho do secretário Ricardo Dantas, e da secretária-executiva de Planejamento e Gestão, Ângela Costa, o evento não seria possível. “Tenho certeza de que todos irão voltar para casa renovados”, concluiu.

Professor usa exemplos práticos para aluno entender matemática


Professor de matemática em duas escolas de Salvador, no subúrbio ferroviário, Vanildo dos Santos Silva desenvolve, desde 2004, o projeto Uso de Materiais Manipuláveis nas Aulas de Geometria com Estudantes em Situação de Defasagem Escolar. O trabalho, que teve início na Escola Municipal da Fazenda Coutos, em um dos bairros mais pobres e violentos da região, surgiu de uma necessidade real, o desafio de ensinar matemática a estudantes com histórico de abandono, evasão e repetência.


“Desde meu primeiro contato com os alunos, percebi que, antes de iniciar qualquer intervenção pedagógica, minha prática docente precisaria ir além da lousa e do giz”, revela Vanildo. “As dificuldades apresentadas estavam evidentes e se constituíam em um desafio pessoal.”

O professor passou a pensar, então, em uma estratégia que apresentasse a linguagem matemática com aspectos concretos do cotidiano dos estudantes, sem perder de vista a parte formal e suas conexões. Sua intenção era propor “um modelo diferenciado” para trabalhar com matemática e assim induzir os estudantes a participar das aulas.


quinta-feira, 24 de julho de 2014

Abertas inscrições para o 10º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero

Estão abertas as inscrições para o 10º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, que irá selecionar as melhores redações, artigos científicos e projetos pedagógicos elaborados na área das relações de gênero, mulheres e feminismos. A premiação tem o objetivo de estimular a pesquisa científica sobre a desigualdade de gênero entre homens e mulheres, e com isso provocar reflexão na sociedade acerca do tema. Mulheres, discriminação, relações sociais, classes, etnias, geração e até sexualidade são alguns dos assuntos que podem ser abordados nos trabalhos.
A Escola de Referência em Ensino Médio Oliveira Lima, de São José do Egito, no sertão pernambucano, é um exemplo de conquista. A EREM venceu duas vezes o concurso na categoria Escola Promotora da Igualdade de Gênero. A premiação significou mais que um título para escola, mas demonstra que um assunto tão importante está chegando ao ambiente educacional e sendo levado a sério.
As inscrições ficam abertas até o dia 28 de outubro, e devem ser feitas diretamente no site do concurso (www.igualdadedegernero.cnpq.br ). Os participantes poderão concorrer em cinco categorias: estudantes do ensino médio e de graduação, graduado (a); especialista e estudante de mestrado; mestre (a) e estudante de doutorado; e escola promotora de igualdade de gênero. Os prêmios variam conforme a categoria do inscrito. 
Instituído em 2005 pela Secretaria de Política das Mulheres (SPM-PR), no âmbito do Programa Mulher e Ciência, o Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero é parceiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI); Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECADI/MEC); Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) e a ONU Mulheres.

Confira os critérios de participação e a lista dos prêmios de cada categoria:

Estudante do Ensino Médio
Produção de texto:
redação, de 2 a 4 páginas
Prêmio: Laptop + Impressora + bolsa

Estudante de Graduação
Produção de texto:
artigo científico, de 10 a 15 páginas
Prêmio: R$ 5mil + bolsa

Graduada (o), Especialista e Estudante de Mestrado
Produção de texto:
artigo científico, de 15 a 20 páginas
Prêmio: R$ 8mil + bolsa

Mestra (e) e Estudante de Doutorado
Produção de texto:
artigo científico, de 20 a 30 páginas
Prêmio: R$ 10mil + bolsa

Escola Promotora da Igualdade de Gênero
Produção de texto:
projetos e ações pedagógicas desenvolvidas em escolas de nível médio. Os trabalhos deverão abordar experiências relacionadas a todas as formas de discriminação, enfatizando a gestão democrática da escola e ambiente escolar, e terem a comprovação de sua implementação
Prêmio: R$ 10mil

Fonte: SEDUCPE

Cidadania: Procon orienta os consumidores da Celpe

Para o coordenador estadual do Procon-PE, José Rangel, existem duas situações no caso das duas contas de energia que os consumidores estão recebendo: a primeira, se havia um procedimento equivocado por parte da empresa (Celpe) que estava realizando a medição com uma data anterior e que não fazia a cobrança com referência ao mês incurso e sim ao mês anterior e se resolveram regularizar isso, a Celpe deveria ter conversado e orientado os consumidores sobre o procedimento que seria realizado para não prejudicá-los com duas contas no mesmo mês.
A segunda situação segundo José Rangel, é aquela do pagamento em duplicidade, onde o consumidor para saber se a conta é legal ou não, basta observar à época da fatura, ou seja, olhando e verificando as faturas anteriores como a data da última e da penúltima leitura e há qual mês corresponde. Após a verificação, se o consumidor observar uma duplicidade de cobrança, a Celpe tem que sanar imediatamente, caso não, a empresa tem que dar condições para o consumidor pagar essa conta se possível em até 5 vezes.
O coordenado do Procon-PE disse que, caso a Celpe não venha dar essas condições para o consumidor pagar, podem entrar em contato com o órgão (Procon) através do 0800 2821512 que ele verificará cada caso, lembrando de que quem for fazer a reclamação deve sempre ter em mãos o nome completo do consumidor mais o número do contrato que há na conta.

Fonte: Afogados on-line

MPPE oferece 252 oportunidades para estudantes com vagas para Serra Talhada e Afogados da Ingazeira

Ministério Público realizará seleção para estagiários do curso de Direito em todo o Estado de Pernambuco, entre as cidades que serão contempladas estão Salgueiro, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada que possui 3 vagas disponíveis, 1 delas para portador de necessidades especiais.
As inscrições abrem a partir do dia 01 de agosto de 2014 e irão até o dia 01 de setembro, as provas serão realizadas nos municípios de Serra Talhada, Recife, Caruaru e Petrolina, a aplicação da prova está prevista para o dia 21 de setembro de 2014 das 9h às 12h.

A seleção será realizada pelo instituto Sustente, a taxa de inscrição é de R$ 35 e poderão participar do certame estudantes de Direito que estejam matriculados entre o 5º e 9º períodos. Os aprovados perceberão bolsa no valor não superior ao salário mínimo, vale transporte e seguro contra acidentes.

O período de contratação é de 1 ano e o estágio tem duração diária de 4 horas somando 20 horas semanais com início em 2015.

Confira o edital do certame no link abaixo para o Diário Oficial – EDITAL

Fonte: Farol de Notícias

Descongestionante nasal vicia e pode mascarar males maiores, dizem médicos

Cármen Guaresemin
Do UOL, em São Paulo
  • Thinkstock
    Crianças menores de 12 anos não devem usar descongestionante nasal sem acompanhamento
    Crianças menores de 12 anos não devem usar descongestionante nasal sem acompanhamento
Seja verão ou inverno, quando surge a baixa umidade do ar ou aumentam os problemas respiratórios graças aos casos de gripes, resfriados e rinites, o nariz entupido é o sintoma mais comum e incômodo. A maioria das pessoas não pensa duas vezes em ir à farmácia e comprar um descongestionante nasal por conta própria, achando que usar o produto sem acompanhamento médico não trará problema.

E assim começa um dos casos mais clássicos de "vício" em um medicamento, com direito até a declarações em páginas de redes sociais como o "Clube dos Viciados" de um descongestionante conhecido.

"O descongestionante nasal deve ser usado por, no máximo, cinco dias consecutivos, e de oito em oito horas. Se a pessoa continuar a usá-lo, haverá um efeito rebote: para de tomar e o nariz entope novamente e só melhora se pingar o remédio para desobstruir. A pessoa já leva o medicamento no bolso e acaba encurtando os intervalos de aplicação", conta a pediatra Edina Mariko Koga da Silva é diretora do Centro Cochrane do Brasil, uma organização não governamental que elabora, mantem e divulga revisões sistemáticas de ensaios clínicos.

A médica frisa que as pessoas tomam sem sequer ler a bula, não procuram um médico e, assim, o uso do medicamento torna-se crônico. Ela também lembra que os que sofrem mais são aquela que moram em grandes centros urbanos, por causa da poluição. "Também há o problema dos 'edifícios doentes'", afirma.  

Paracetamol não é eficiente contra lombalgias


PARIS, 24 Jul 2014 (AFP) - O paracetamol não é eficaz contra dores lombares, afirma um estudo que envolveu mais de 1.600 pacientes afetados por lombalgias agudas realizado na Austrália.

Os pacientes "tratados" com placebo apresentaram recuperação mais rápida - um dia em média - em comparação aos que tomaram paracetamol, um tratamento corrente contra esta "dor na parte inferior das costas", afirmam os autores do estudo, publicado nesta quinta-feira na revista médica The Lancet.

Estes "resultados sugerem que o paracetamol não influi em nada no tempo de restabelecimento de uma lombalgia comum aguda" e "a prescrição universal do paracetamol para este grupo de pacientes levanta uma questão", destaca a equipe australiana que realizou o estudo.

O paracetamol também não tem qualquer efeito sobre a dor, função, mudança geral dos sintomas, sono ou qualidade de vida do paciente com lombalgia.

As dores lombares são a principal causa de invalidez no mundo, e o paracetamol é prescrito "universalmente" como tratamento de primeira linha, segundo The Lancet.

O estudo, batizado de "PACE", avaliou 1.652 indivíduos de 235 centros de cuidados primários de Sydney (Austrália), durante três meses.

Um primeiro grupo recebeu doses regulares de paracetamol (3 vezes ao dia por até 4 semanas), um segundo, doses em caso de necessidade (até 4g/dia), e um terceiro foi submetido a placebo. 

Ao final de sete dias seguidos sem dores ou quase sem dor, o paciente era considerado restabelecido.

O prazo médio de recuperação foi de 17 dias para os dois primeiros grupos e de 16 dias para o grupo placebo.

Fonte: noticias.bol.uol.com.br

DETRAN PE convoca os contemplados do programa Habilitação Popular 2014

O Órgão disponibiliza em seu site (www.detran.pe.gov.br) plataforma para agendamento online do dia, hora e local para que os contemplados façam confirmação de dados e deem entrada no benefício

Está aberta a segunda rodada de convocação dos contemplados pela edição 2014 do Programa Carteira de Habilitação Popular (CNH Popular). Mais de 12 mil pessoas estão sendo chamadas para confirmação de dados e encaminhamento para um dos Centros de Formação de Condutores credenciados junto ao DETRAN-PE com direito a realizar, gratuitamente, todas as etapas do processo de Habilitação de Condutores.

Os selecionados devem acessar o site do DETRAN-PE, verificar se fazem parte desta 2ª lista de convocações e agendar online data, hora e ponto de atendimento ao qual devem comparecer para efetuar a confirmação dos dados cadastrais (validação) informados no ato de inscrição no Programa. Só poderão realizar a confirmação de dados os convocados que, previamente, agendarem online atendimento para o CNH Popular.

Retardatários - Os convocados da 1ª rodada que ainda não compareceram ao DETRAN terão de aguardar o período que vai de 30 de agosto a 13 de setembro para fazer a confirmação de dados e dar entrada no benefício.

Beneficiados - As vagas do Programa são divididas equitativamente entre Região Metropolitana e Interior do estado. No momento da validação, os contemplados pelo CNH Popular devem ter em mãos toda a documentação exigida, que varia de acordo com o segmento contemplado pelo Programa. A lista dos documentos necessários pode ser conferida no link CNH Popular, disponível no site do DETRAN-PE (www.detran.pe.gov.br).

Criado, em 2008, o CNH Popular já beneficiou mais de 70 mil pernambucanos, contribuindo para que pessoas de baixa renda tenham maior oportunidade no mercado de trabalho. O Programa favorece segmentos como o dos desempregados, beneficiários de programas assistenciais como Bolsa Família e Chapéu de Palha, alunos da rede pública de ensino, além de egressos do sistema penitenciário e socioeducandos da Fundação de Atendimento Sócioeducativo de Pernambuco (Funase). O valor de uma CNH gira entre R$ 800,00 e R$ 1.300,00. O processo é inteiramente custeado pelo Governo do Estado. Em 2013, os investimentos do CNH Popular giraram em torno dos R$ 15 Milhões. De 2008 a 2013, foram investidos mais de cem milhões de reais no Programa.

Fonte: DETRAN

Serra Talhada: Agência atualiza quadro com 22 vagas e salários de até R$ 1.500

A Agência do Trabalho de Serra Talhada atualizou o seu cadastro de vagas de emprego e está oferecendo 22 oportunidades para a população. Os interessados poderão se inscrever para pleitear os cargos na sede da própria Agência, situada na Avenida Enock Ignácio de Oliveira, ao lado da Câmara de Vereadores, na região central da cidade. Confira as vagas no quadro abaixo:

Fonte: Mais Pajeú

Conheça a biografia de Ariano Suassuna

do UOL Educação
  • Folhapress
    Ariano Suassuna
    Ariano Suassuna
Ariano Vilar Suassuna, advogado, professor, teatrólogo e romancista, desde 1990 ocupa a cadeira número 32 da Academia Brasileira de Letras, cujo patrono é Araújo Porto Alegre, o Barão de Santo Ângelo (1806-1879).
Filho de João Suassuna e de Rita de Cássia Vilar, Ariano estava com um pouco mais de três anos quando seu pai, que havia governado o Estado no período de 1924 a 1928, foi assassinado no Rio de Janeiro, em conseqüência da luta política às vésperas da Revolução de 1930.
 
No mesmo ano, sua mãe se transferiu com os nove filhos para Taperoá, onde Ariano Suassuna fez os estudos primários. No sertão paraibano Ariano se familiarizou com os temas e as formas de expressão que mais tarde vieram a povoar a sua obra.
 
Em 1942, a família se mudou para Recife e os primeiros textos de Ariano foram publicados nos jornais da cidade, enquanto ele ainda fazia os estudos pré-universitários. Em 1946 Ariano iniciou a Faculdade de Direito e se ligou ao grupo de jovens escritores e artistas que tinha à frente Hermilo Borba Filho, com o qual fundou o Teatro do Estudante Pernambucano. No ano seguinte, Ariano escreveu sua primeira peça, "Uma Mulher Vestida de Sol", e com ela ganhou o prêmio Nicolau Carlos Magno.
 
Após formar-se na Faculdade de Direito, em 1950, passou a dedicar-se também à advocacia. Mudou-se de novo para Taperoá, onde escreveu e montou a peça "Torturas de um Coração", em 1951. No ano seguinte, voltou a morar em Recife. O Auto da Compadecida (1955), encenado em 1957 pelo Teatro Adolescente do Recife, conquistou a medalha de ouro da Associação Brasileira de Críticos Teatrais. A peça o projetou não só no país como foi traduzida e representada em nove idiomas, além de ser adaptada com enorme sucesso para o cinema.
 
No dia 19 de janeiro de 1957, Ariano se casou com Zélia de Andrade Lima, com a qual teve seis filhos. Foi membro fundador do Conselho Federal de Cultura, do qual fez parte de 1967 a 1973 e do Conselho Estadual de Cultura de Pernambuco, no período de 1968 a 1972.
 
Em 1969 foi nomeado Diretor do Departamento de Extensão Cultural da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, ficando no cargo até 1974.
 
Ariano estava sempre interessado no desenvolvimento e no conhecimento das formas de expressão populares tradicionais e, no dia 18 de outubro de 1970, lançou o Movimento Armorial, com o concerto "Três Séculos de Música Nordestina: do Barroco ao Armorial", na Igreja de São Pedro dos Clérigos e uma exposição de gravura, pintura e escultura.
 
O escritor também foi Secretário de Educação e Cultura do Recife de 1975 a 1978. Doutorou-se em História pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1976 e foi professor da UFPE por mais de 30 anos, onde ensinou Estética e Teoria do Teatro, Literatura Brasileira e História da Cultura Brasileira.
 
Seu "Romance da Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai e Volta" publicado originalmente em 1971 teve a primeira edição. Relançado somente em 2005 teve sua segunda edição esgotada em menos de um mês, o que é uma coisa rara para um volume de quase 800 páginas.
 
Após sofrer um AVC hemorrágico, o escritor morreu aos 87 anos no Real Hospital Português de Recife.

Conheça 20 trabalhos bem pagos sem precisar sair de casa

SÃO PAULO – Hoje em dia, são cada vez mais comuns profissões que permitem que a pessoa trabalhe de casa; e o melhor, é que o home office está se tornando cada vez mais rentável.
Um levantamento realizado pela empresa Elance-oDesk mostra que os ganhos totais de freelancers têm crescido 50% anualmente nos últimos cinco anos. Para o CEO da companhia, Fabio Rosati, isso muitas empresas estão contratando esses trabalhadores porque elas precisam de trabalho feito sob demanda e, normalmente, por um curto período.
Além disso, os freelancers com as habilidades certas podem ganhar muito dinheiro sem sair do conforto de suas casas. O site Business Insider listou os 20 trabalhos mais bem pagos e que não precisam de escritório - e, por conta disso, podem ser feitos também do Brasil. Confira:
TrabalhoPagamento
Fonte: Business Insider e Elance-oDesk
Advogado sobre leis de patentesUS$ 112,70 por hora
DubladorUS$ 72,70 por hora
Programador de RubyUS$ 61 por hora
Consultor de startupUS$ 54 por hora
Otimizador de website do GoogleUS$ 53,80 por hora
Pesquisador de investimentosUS$ 53,20 por hora
Administrador de redeUS$ 51,10 por hora
Analista de estatísticasUS$ 49,60 por hora
Servidor de web da AmazonUS$ 49,40 por hora
Redator jurídicoUS$ 49,20 por hora
Desenvolvedor de banco de dadosUS$ 47,60 por hora
Programador de PythonUS$ 45,80 por hora
Desenvolvedor de Django US$ 45,70 por hora
Profissional de User Experiance DesignUS$ 43,68 por hora
Profissional de Internet SecurityUS$ 41,60 por hora
Desenvolvedor de aplicativosUS$ 41,20 por hora
Designer de rótulos e embalagensUS$ 40,90 por hora
AnimadorUS$ 35,90 por hora
Profissional de Marketing de Otimização em BuscadoresUS$ 34,90 por hora
Testador de aplicativos mobile US$ 32,90 por hora

Fonte: BOL

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Escola Escritor José de Alencar é a única escola pública na Copa do Mundo de Robótica

RoboCup acontece de 19 a 25 de julho em João Pessoa com participação de mais de 50 países

A Escola Estadual Escritor José de Alencar, localizada no município de Paulista, é a única escola pública do Brasil que está disputando, em João Pessoa, na Paraíba, a RoboCup, o mais tradicional campeonato mundial de robótica. Para a competição, desembarcaram em solo paraibano delegações de mais de 50 países.

A escola se classificou para o mundial após ficar com o 3º lugar na categoria Resgate na Olimpíada Brasileira de Robótica, em 2013. Desde então, a dedicação em montar um robô competitivo para o mundial é tão grande que os estudantes chegaram a assistir os jogos do Brasil na Copa do Mundo, a de futebol, na própria escola. “Estamos de domingo a domingo na escola montando e programando o robô”, explica o estudante Arllan Pablo, 18 anos, capitão da equipe Nanobite, que representa a escola na RoboCup.

Na categoria Resgate, o robô precisa ser capaz de resgatar objetos em um ambiente hostil. “A ideia é simular o resgate de vítimas de um desastre”, explica o professor de matemática Carlos Muniz, orientador da equipe Nanobite.

Os resultados são surpreendentes para um grupo de estudantes que, há bem pouco tempo, não sabia muito bem o que era robótica para além dos filmes hollywoodianos. Desde 2012 a Escola Estadual Escritor José de Alencar e outras 225 instituições de ensino oferecem aulas de robótica aos seus alunos com equipamentos da Lego Zoom adquiridos pela Secretaria de Educação e Esportes do Estado. 

Arllan não arrisca um palpite sobre a participação da escola no mundial, mas avisa: “O robô que levamos para o nacional era muito bom. Esse de agora é melhor ainda, com mais recursos que permitem a execução das tarefas”.

Fonte: www.siepe.educacao.pe.gov.br

Hospital Memorial Arcoverde ameaça deixar de atender o Sassepe

 

Foto: jornalportaldosertao.comFoto: jornalportaldosertao.comAtendendo uma média de 3.500 servidores do Estado por mês, vindos de mais de 18 municípios da região do Sertão do Moxotó, o Hospital Memorial Arcoverde ameaça deixar de atender os beneficiários do plano de saúde Sassepe, mantido em parceria do governo do Estado com seus funcionários.
Na quinta e sexta-feira o estabelecimento vai recusar a dar entrada a qualquer paciente que apresente a carteirinha do Sassepe e, caso não haja negociação com o Instituto de Recursos Humanos (IRH), da Secretaria de Administração, a previsão da direção é que o hospital entre com pedido de descredenciamento já na semana que vem.
Segundo o diretor-presidente do Memorial Arcoverde, o médico Joaquim Lucena, o motivo para a decisão é a falta de pagamento pelos serviços prestados pelo hospital aos clientes do Sassepe.
Segundo o diretor, o hospital atende clientes de outros planos de saúde e os servidores ligados ao Sassepe representam cerca de 30% da receita da instituição.
O Hospital Memorial Arcoverde trabalha há 18 anos com o Sassepe e, segundo seu diretor, é referência na região no tratamento de hemodiálise, UTI e cirurgia de grande porte. Seu atendimento médico também inclui diversas especialidades, como pediatria, clínica médica e cardiológica, nefrologia, cirurgia geral, vascular, gastrointestinal e outras, tanto em regime de urgência como ambulatorial.
Em comunicado ao diretor do Sassepe, Ruy Rocha, diretor do Memorial Arcoverde, diz que, além dos atrasos nos pagamentos de faturas hospitalares, o plano de saúde do Estado vem realizando glosas não justificadas (recusa em aceitar determinadas despesas) “realizadas pelo setor de auditoria da empresa Baker Tilly, além de pagamentos parciais das contas, falta de diálogo com o setor de auditoria e ausência de relatórios da auditoria”.
Por esses motivos, o hospital solicita o “imediato pagamento das contas pagas parcialmente, já que não aceitamos glosas não comprovadas, regularização dos pagamentos com diminuição dos atrasos”. Segundo o comunicado, a suspensão temporária de advertência nos atendimentos eletivos não afetarão os casos de emergências nesta quinta e sexta-feira, dias 24 e 25 de julho.
Fonte: www.itapuamafm.com.br

Brasil e Argentina iniciam construção de observatório de radioastronomia

Da agência Fapesp
Brasil e a Argentina reúnem esforços para instalar nos próximos anos um radiotelescópio com antena paraboloide de 12 metros de diâmetro nos Andes argentinos, próximo da fronteira com o Chile e a 4.825 metros de altitude.

Previsto para começar a entrar em operação em 2017, o equipamento de observação astronômica faz parte do projeto Llama – sigla em inglês de Long Latin American Millimetric Array e um trocadilho com o nome na língua indígena quíchua do mamífero ruminante encontrado na América do Sul.

O projeto tem apoio da Fapesp, do Ministerio de Ciencia, Tecnología e Innovación Productiva da Argentina e da Universidade de São Paulo (USP), por meio de um convênio entre as instituições que estabelece as condições para a sua execução.

O projeto é coordenado pelo professor Jacques Raymond Daniel Lépine, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP e conta com a participação de pesquisadores do Instituto Argentino de Radioastronomía (IAR).

O radiotelescópio será instalado em uma montanha nos Altos de Chorrilos, na província argentina de Salta (a 1.600 quilômetros a noroeste de Buenos Aires). Irá operar em comprimentos de ondas milimétricas e submilimétricas, entre a radiação infravermelha e as ondas de rádio do espectro eletromagnético, em frequências entre 100 e 900 Ghz (gigahertz).

O equipamento permitirá a realização de estudos em praticamente todas as áreas da Astronomia, incluindo a evolução do Universo, buracos negros, a formação de galáxias e estrelas e o meio interestelar.

Entre esses objetos e regiões astronômicas que poderão ser observados pelo Llama estão nuvens frias de gás e poeira onde se formam novas estrelas e galáxias, como a Via Láctea.

De acordo com Lépine, a intenção é que o Llama seja a semente para a formação de uma rede latino-americana de radiotelescópios, situados em diferentes lugares e países da região, operando no modo de Interferometria de Longa Linha de Base (VLBI, na sigla em inglês).

Veja sete dicas de como levar o cinema nacional para escola

Do Porvir
Desde o dia 27 de junho, o uso de recursos audiovisuais passou a ser obrigatório em escolas da educação básica de todo o país. Uma nova regra, que passou a integrar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, determina a exibição de filmes nacionais por, no mínimo, duas horas mensais, como componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola. Para contribuir com o cumprimento da legislação, a reportagem conversou com especialistas em audiovisual e educação para reunir algumas dicas de como trabalhar o cinema na sala de aula.

O uso de filmes na escola pode ser um elemento importante para trabalhar outros formatos e linguagens com os alunos. Segundo a doutora em ciências da comunicação Cláudia Mogadouro, pesquisadora do Núcleo de Comunicação e Educação da USP, ainda existe na escola um descompasso muito grande entre a cultura letrada e a cultura audiovisual.

Para Djalma Ribeiro Junior, doutorando em educação e técnico de laboratório audiovisual da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), a lei é importante para trazer à tona o debate sobre a importância do audiovisual na educação. "A proposta é interessante, mas deve ser olhada em uma perspectiva mais ampla. Os filmes não podem ser usados apenas para cobrir horários de aula. Eles precisam estar integrados na proposta pedagógica escolar", destacou.

Confira algumas propostas:


1. É fundamental fazer o planejamento da atividade  

Antes de exibir um filme para os alunos, é necessário realizar um planejamento. Segundo Cláudia Mogadouro, é importante que o professor escolha uma obra que leve em conta o repertório dos alunos. Em alguns casos, o educador deve preparar uma aula introdutória para que a classe consiga ter uma compreensão maior sobre o contexto do filme.