Translate

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Matrícula dos aprovados no Sisu 2015 começa hoje; prazo termina na terça

Do UOL, em São Paulo
A matrícula dos aprovados na primeira chamada do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) 2015 começa nesta sexta-feira (30) e vai até a próxima terça (3.fev). O candidato deve verificar com a instituição de ensino para qual foi aprovado o local, horário e procedimentos para matrícula.

O sistema do MEC (Ministério da Educação) ofertou 205.514 vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de ensino superior.

No total, foram 2.791.334 inscritos. A região Nordeste teve o maior percentual de inscritos (38%), seguida pelo Sudeste (33%) e Norte (11%). Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro são os Estados com mais participantes. A maior parte dos candidatos tem entre 18 e 20 anos (35%).

Administração (312.991), direito (262.255) e pedagogia (249.348) foram as áreas com o maior número de inscrições. Já o curso de arquitetura e urbanismo do Instituto Federal de São Paulo foi o mais procurado, com 13.777 inscrições, uma relação de 344,43 candidatos por vaga. O segundo mais procurado foi o curso de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (12.062 inscrições), seguido pelo de engenharia civil do Instituto Federal de São Paulo (11.307), pelo curso de direito noturno da UFMG (10.827) e pelo de medicina da Universidade Federal do Acre (10.643).


Segunda chamada

Nesta edição, haverá apenas uma chamada para matrícula. Os candidatos que não foram selecionados podem participar da lista de espera, com inscrições até até o dia 6 de fevereiro. É permitido manifestar interesse na lista de espera apenas pelo curso correspondente à primeira opção.

As chamadas da lista de espera serão feitas a partir do dia 11 de fevereiro.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

A PARTIR DE FEVEREIRO, CARTEIRA DE IDENTIDADE PODE SER SOLICITADA PELA INTERNET


Agendar a marcação da carteira de identidade está mais fácil. A Secretaria de Defesa Social (SDS), através da Gerência Geral da Polícia Científica, deu nova possibilidade para emitir a primeira ou as demais vias do documento, por meio do site do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB).

Apesar de o órgão informar que o serviço só será lançado no próximo dia 2 de fevereiro, a reportagem entrou no site, testou serviço e constatou que é possível marcar o agendamento. No endereço é possível obter as informações para solicitar o registro de identificação.

Após selecionar o local, data e horário mais conveniente, o cidadão deve preencher as informações para a emissão do RG. Ao final do processo, será gerado um número de protocolo para consulta posterior. De posse do número do protocolo, o cidadão deverá comparecer ao local escolhido e apresentar a documentação necessária – descrita na página eletrônica.

( Do Blog do Jamildo )Farol

Receita libera consulta a lote residual do IR e pagará R$ 941 milhões

InfoMoney (Getty Images)© Getty Images InfoMoney
SÃO PAULO – A Receita Federal liberou para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física. Confira no site da Receita.
Serão contempladas as restituições residuais, referentes aos exercícios de 2014 (ano-calendário 2013), de 2013 (ano-calendário 2012), 2012 (ano-calendário 2011), 2011 (ano-calendário 2010), 2010 (ano-calendário 2009), 2009 (ano-calendário 2008) e 2008 (ano-calendário 2007).
O crédito bancário para 472.576 contribuintes será realizado no dia 30 de janeiro, totalizando o valor de R$ 941.872.389,78. Desse total, R$ 124.829.894,05 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 36.495 contribuintes idosos e 3.584 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.
O que fazer
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.
A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.
A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Inscrições para 213 mil bolsas do Prouni terminam nesta quinta-feira

Do UOL*, em São Paulo
As inscrições para o Prouni (Programa Universidade para Todos) terminam nesta quinta-feira (29). O registro deve ser feito na página do programa até as 23h59 (siteprouni.mec.gov.br). A primeira chamada será divulgada na segunda-feira (2).
No site, os candidatos também podem consultar a nota de corte para cada curso.  Até as 15h de ontem, 1.161.762 estudantes já tinham se inscrito no programa, segundo o MEC (Ministério da Educação). Na primeira edição do ano passado, o programa registrou 1.259.285 inscritos, número recorde até então.
O programa oferece bolsas no ensino superior privado com base nas notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Em 2015, serão ofertadas 213.113 bolsas – 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas serão para 30.549 cursos, em 1.117 instituições de ensino superior privadas.
Uma vez por dia, o Prouni calcula a nota de corte, que é a menor nota para ficar entre os potencialmente pré-selecionados para cada curso, com base no número de bolsas disponíveis e no total dos candidatos inscritos no curso, por modalidade de concorrência. O candidato que desejar, pode mudar de opção até o final do período de inscrição.
De acordo com o MEC, a nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de pré-seleção para a vaga oferecida. O sistema do Prouni não faz o cálculo em tempo real, e a nota de corte se modifica de acordo com a nota dos inscritos. A nota de corte só será informada pelo sistema a partir do segundo dia de inscrição.
Podem concorrer às bolsas estudantes que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede particular, na condição de bolsista integral. É preciso ainda comprovar renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, no valor de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser de até três salários mínimos.
Para se inscrever, o candidato deve ter participado do Enem de 2014 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado zero na redação. Outra condição é que ainda não tenha diploma de curso superior.
Professores do quadro permanente da rede pública de ensino que concorrerem a cursos de licenciatura também podem participar do Prouni. Nesse caso, não é necessário comprovar a renda.
*Com informações da Agência Brasil

Aluno de 14 anos consegue na Justiça direito de fazer curso de medicina

Paulo Rolemberg
Do UOL, em Aracaju
  • Eugenio Barreto/Divulgação
    José Victor Menezes Teles tem 14 anos e obteve nota no Enem 2014 para entrar em medicina na UFS (Universidade Federal de Sergipe)
    José Victor Menezes Teles tem 14 anos e obteve nota no Enem 2014 para entrar em medicina na UFS (Universidade Federal de Sergipe)
O juiz titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Itabaiana (SE), Alberto Romeu Gouveia Leite, concedeu nesta quarta-feira (28), em caráter liminar, o direito de José Victor Menezes Teles, 14, de fazer o teste de certificação de conclusão do ensino médio pela Secretaria de Estado da Educação (SEED) de Sergipe. 

O menino fez a prova, obteve os pontos necessários e, agora, tem o ensino médio completo.

José Victor passou em medicina na da UFS (Universidade Federal de Sergipe), mas não poderia se matricular sem essa certificação. Ele foi aprovado com base em sua nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2014 por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificado).

O certificado, por sua vez, poderia ser concedido pela secretaria estadual de Educação que, por lei, não estava impedida. Apenas jovens com mais de 18 anos, com pontuação de 450 e que não tenham zero na redação, podem pedir um certificação pelo Enem. 

Para o magistrado, negar a oportunidade a José Victor teria "efeitos prejudiciais" na vida estudantil e até profissional do adolescente. Caso a secretaria não acatasse a decisão, a Justiça lhe cobraria multa diária de R$ 500.

A assessoria de comunicação da SEED informou que o órgão não recorrerá da decisão. 

"Estou muito feliz pela dedicação dele. Todo mérito é dele", disse José Mendonça, pai do garoto.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Aluna do ensino fundamental é aprovada em universidade pública do Piauí

Carlos Madeiro
Do UOL, em Maceió
  • Arquivo pessoal
A adolescente Rachel Brandão, 14, que tirou 674,69 no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), passou em direito no campus de Floriano (a 248 de Teresina) na Uespi (Universidade Estadual do Piauí). Rachel ainda nem começou o ensino médio -- ela terminou o ensino fundamental em 2014.

Mesmo sendo um dos destaques do Instituto Dom Barreto, colégio tradicional em Teresina, a aprovação precoce da adolescente surpreendeu.

"Não esperava passar em muita coisa, talvez em algum curso mais simples, de outra faculdade. Foi uma surpresa muito boa. Toda minha família, meus colegas e professores me parabenizaram", disse a garota.

Filha de dois bacharéis em direito, ela diz que fez a prova apenas a título de experiência e não pensa em começar um curso superior antes de terminar o ensino médio, daqui três anos.

Rachel diz a escolha pelo curso foi da mãe. "Eu tinha botado matemática e engenharia porque matemática é minha nota mais alta. Mas minha mãe achou melhor colocar logo em direito", afirmou.

O resultado não foi à toa. A jornada de estudos da adolescente é bem puxada. "Eu tenho aula de 13h às 21h todos os dias. Quando chego em casa, começo a estudar às 22h e vou até umas 23h30. De manhã, acordo e começo a estudar 8h às 11h30", relatou.

De tanto estudar, a adolescente tem uma rotina bem definida. "Eu sempre faço resumos, adianto ao máximo o que tenho dificuldade. Quando estou nas aulas, tiro o máximo que posso dos professores", contou a estudante, que alega ter mais dificuldades em ciência da natureza e linguagem. "Vou me dedicar mais agora a essas duas áreas."


Dúvida na escolha da profissão

Como a maioria dos adolescentes que ingressa no ensino médio, Rachel ainda não tem certeza sobre que profissão quer seguir. Apesar disso, diz já ter "pistas" de sua vocação. "Penso em fazer medicina, engenharia ou mesmo direito. Cada uma em uma área [risos]. Vou decidir com o tempo", despistou.

A mãe de Raquel, a servidora do Judiciário e professora de direito da Uespi em Teresina, Lya Rachel Brandão, não esconde o orgulho com o sucesso da filha no Enem, e também admite que ficou surpresa com a aprovação. "Ela é muto boa aluna, gosta muito de ler, dedica-se muito. É bem calma, gosta de de passear, mas não é de sair. Sabia que ela ia passar em alguma coisa, mas não pensei que fosse conseguir em direito, talvez em outra área menos concorrida", disse.

A professora e diretora do Instituto Dom Barreto, Stela Rangel, explicou ao UOL que a escola sempre cobra muito dos alunos. "Nossos alunos têm uma carga horária muito boa e estão sempre estudando bastante. Em relação ao nível de cobrança, visamos a excelência e os nossos alunos correspondem", contou. 

Nos últimos anos, o instituto piauiense tem se destacado como o melhor particular do Nordeste e um dos melhores do país, segundo os resultados do Enem por Escola. Em 2011, foi a segunda melhor média de escola privada do Brasil.

Para quem pensa em se dar bem no próximo Enem, a adolescente prodígio diz que, além de estudar muito, há outra fórmula. " A dica que dou é manter o foco. A gente precisa saber o que mente quer, qual o objetivo e se focar. Quando tiver cansado, lembrar desse foco, que é aquilo que se quer", explica.

Quer um ano sossegado na escola? Professores contam como

Lucas Rodrigues
Do UOL, em São Paulo
  • Shutterstock
    Ano novo, vida escolar nova: planeje sua rotina de estudos
    Ano novo, vida escolar nova: planeje sua rotina de estudos
Aproveite o começo do ano para implantar uma nova rotina de estudos. Planeje, revise, treine. Parece papo de professor? É mesmo. São conselhos de profissionais que, ano após ano, veem seus alunos ficarem desesperados com os períodos de prova.

Para começar, é preciso acabar com a mania de deixar tudo para a última hora. Essa é a opinião de Marco Antônio Barbosa, coordenador pedagógico do Colégio Magnum, de Belo Horizonte. "O jovem, normalmente, tende a resolver só quando aperta. A orientação tem que ser exatamente para romper esse ciclo", afirma.
Confira dez dicas para passar 2015 sem sufoco nos estudos
  • Crie uma rotina de estudos
    Organize as matérias e os horários em que irá estudar ao longo da semana
  •  
  • Preste atenção nas aulas
    Ouvir bem o professor é determinante para entender a matéria
  • Faça anotações
    Anote tópicos importantes e crie esquemas
  •  
  • Faça revisões em casa
    Relembre o que viu no dia lendo anotações e apostilas
  • Pratique com exercícios
    Resolva questões da apostila e crie outras para fixação
  •  
  • Antecipe-se
    Veja o que o professor irá abordar na próxima aula e pesquisa o tema
  • Participe de um grupo de estudo
    Ensinar o que você aprendeu é mais uma boa forma de revisão
  •  
  • Realize atividades extracurriculares
    Praticar algo de que gosta é um ponto de equilíbrio entre estudo e lazer
  • Respeite seus prazos
    Não fuja da rotina programada
  •  
  • Descanse
    Uma boa noite de sono melhora a memória e a concentração
Com base na programação de aulas dadas, planeje sua rotina. Estipule quantas horas diárias vai-se dedicar para revisar os conteúdos e tente sempre segui-las à risca. "Depois de quinze dias sempre é mais difícil lembrar a matéria. Por isso é importante revisar todos os dias", diz Barbosa.

Carla Litrenta Todaro, professora do 5º ano da Escola Internacional de Alphaville (SP), orienta que os estudantes devem também aproveitar ao máximo o momento da aula, prestando atenção no professor e deixando as conversas de lado: "Assim, o aluno já economiza tempo de estudo em casa."

Acostume-se a fazer anotações das aulas. Elas podem se tornar um guia de estudos na hora das revisões. "Tem aluno que aprende mais por meio das imagens e outros pelas notas", lembra Barbosa. Por isso, abuse também de esquemas. Em casa, faça exercícios para fixação e antecipe as próximas aulas, lendo sobre o tema que será abordado.

Outra boa maneira de estudar é ensinando. "Quando você está ensinando alguma coisa que você sabe, está organizando todo o seu pensamento e raciocínio, e é uma forma de revisão", lembra Carla. Por isso, participe de algum grupo de estudo.

Para relaxar, realize atividades extracurriculares, como aulas de música, esportes ou voluntariado, e não deixe de descansar. "Ter boas horas de sono é fundamental. As pesquisas já garantem que sua memória vai trabalhar muito melhor quando você está bem descansado", diz a professora Carla, de Alphaville.

Aos 14, aluno de escola pública passa em medicina na Federal de Sergipe

Paulo Rolemberg
Do UOL, em Aracaju
  • Eugenio Barreto/Divulgação
    José Victor Menezes Teles tem 14 anos e obteve nota no Enem 2014 para entrar em medicina na UFS (Universidade Federal de Sergipe)
    José Victor Menezes Teles tem 14 anos e obteve nota no Enem 2014 para entrar em medicina na UFS (Universidade Federal de Sergipe)
Conquistar uma vaga numa faculdade de medicina já é uma vitória a qualquer vestibulando. E o se candidato em questão não tiver sequer terminado o ensino médio na escola pública? José Victor Menezes Teles, 14, obteve nota no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) suficiente para ser calouro do curso de medicina da UFS (Universidade Federal de Sergipe) esta semana.

O garoto de corpo franzino é aluno do 1º ano do ensino médio do Colégio Estadual Murilo Braga, em Itabaiana (SE), a 52 km da capital, Aracaju. Ele conta que sempre gostou de ler, estudar e apontou os pais, ambos professores da língua portuguesa na rede pública, como principais motivadores. "Eles sempre acreditaram no meu potencial. Sempre me incentivaram e eu sempre corri atrás de meus objetivos", disse.

Segundo o garoto, ele se dedicava a 5 horas de estudos por dia, fora o tempo da escola. Para treinar, usou a estratégia recomendada por dez entre dez professores: fazer provas anteriores. Se ele percebia dificuldades, como foi o caso de assuntos de química e física, buscava reforço.  "Durante as férias fiz cursinho aqui em Itabaiana e Aracaju", lembrou.
José Victor se diz um aficionado usuário de internet e a utilizou como uma ferramenta importante nos estudos. "A internet me ajudou muito através das vídeoaulas, nas consultas, nas dúvidas", disse o garoto, lembrando ainda que a rede mundial de computadores também lhe servia como fonte de lazer.


Não é muito novo?

Afiado nas respostas, o itabaianense respondeu sem titubear que seus 14 anos não lhe atrapalhariam no desempenho no curso superior. "Não se mede a capacidade pela idade. Estou sim preparado para cursar medicina. Era meu sonho e estou perto", respondeu o adolescente, mais velho entre quatro irmãos.

Agora, ele aguarda uma decisão judicial para poder comemorar a vitória. O garoto, apesar da pontuação no Enem, não concluiu o ensino médio -- exigência da UFS para se matricular. "Não se coloca limite de idade para ingressar na Universidade Federal de Sergipe", afirmou o diretor do departamento de administração acadêmica da UFS, professor Antônio Edilson do Nascimento.

Já a secretaria estadual de Educação não pode lhe conceder o certificado de conclusão do ensino médio por causa da sua idade. Apenas jovens com mais de 18 anos, com pontuação de 450 e que não tenham zero na redação, podem pedir um certificação.

Os pais de José Victor entraram na Justiça pedindo para que a Secretaria de Estado da Educação conceda ao filho o direito de realizar a prova de proficiência e, portanto, um certificado que lhe ateste o ensino médio.

"Entramos com o mandado na Justiça. Meu filho teve média no Enem e merece essa oportunidade. É um menino que gosta de correr atrás das coisas. Com certeza ele pode fazer esse curso [medicina]. Tem maturidade", disse o pai de José Victor, José Mendonça, conhecido na cidade como "Professor Tostão".

O desempenho de José Victor no Enem não foi uma surpresa para o pai que contou, orgulhoso, outro feito do garoto. "Ano passado ele ganhou uma bolsa por ser medalhista na Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas", destacou.

José Victor obteve  751,16 pontos na prova e 960 na redação. 

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

TRE-PE abre vagas de estágio para alunos da rede pública estadual

Convênio firmado entre a SEE e TRE-PE oferece 411 vagas para estudantes do ensino médio


Estudantes do ensino médio da rede pública estadual de ensino que desejam ter a primeira experiência profissional devem ficar atentos. O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) firmou um convênio com a Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco (SEE) para ofertar estágio remunerado no setor de cadastramento biométrico dos eleitores. As inscrições devem ser feitas de 2 a 13 de fevereiro, no site da SEE.

Ao todo, serão oferecidas 411 vagas em municípios de todas as regiões do Estado. Para se inscrever, o candidato deverá ter login e senha do Sistema de Gestão Escola da Secretaria de Educação (SIEPE) e precisa obedecer aos seguintes requisitos: estar cursando o 1º ou 2º ano do ensino médio, ter idade mínima de 16 anos e ter estudado em escola estadual em 2014. O processo seletivo será feito considerando o coeficiente global de nota obtido pelo estudante naquele ano.

O estudante que for habilitado receberá uma bolsa estágio no valor de R$ 550,00, mais auxílio transporte. A carga horária é de 20 horas semanais. O resultado com os nomes dos selecionados será divulgado no dia 5 de março, no site do TRE-PE e da Secretaria de Educação.

O Edital de Abertura de Inscrições ficará disponível no endereço eletrônico do TRE na Internet/Intranet, através do link: Projetos Sociais/ Programa de Estágio/ Processo Seletivo 2015/ Nível Médio.

Número de inscritos no Sisu aumenta 252% entre 2010 e 2015

Em Brasília
O número de inscritos no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) aumentou de 793.910 para 2.791.334 entre 2010 e 2015, um salto de 252%, informou nesta segunda-feira (26) o MEC (Ministério da Educação). O Sisu é um sistema online que oferta vagas em instituições públicas de ensino superior para participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) - este ano, foram disponibilizadas 205.514 vagas.

resultado da inscrição foi divulgado hoje pelo ministério. Até o dia 11 de fevereiro, o estudante poderá manifestar interesse para ser colocado na lista de espera. A matrícula será feita nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro. De uma forma geral, administração (312.991 inscrições), direito (262.255), pedagogia (249.348) e medicina (237.267) receberam o maior volume de inscrições.

"Como tem uma oferta ampla desses cursos, normalmente tem mantido essa tendência, apesar de, nos últimos anos, estarmos diversificando (a busca por) engenharia, mas ainda permanece essa procura por administração, direito, pedagogia e medicina", comentou o secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa. A engenharia civil aparece apenas em sétimo lugar entre os cursos mais procurados no Sisu, com 141.139 inscrições.

Quando se analisa a modalidade de concorrência, os inscritos que tentaram vagas pela Lei de Cotas enfrentaram uma disputa maior que a da ampla concorrência - foram 27,99 candidatos por vaga via Cotas, ante 25,66 candidatos por vaga do sistema universal. Ao todo, 42,7% das inscrições do Sisu foram feitas por meio do sistema de cotas. A Lei das Cotas determina que neste ano 37,5% das vagas nas instituições federais sejam reservadas a alunos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

O curso de arquitetura e urbanismo do Instituto Federal de São Paulo foi o mais procurado pelos estudantes do Sisu, recebendo 13.777 inscrições para uma disponibilidade de 40 vagas. A relação de candidato por vaga ficou em 344,43. O segundo curso mais procurado foi o de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (12.062 inscrições), seguido pelo de engenharia civil do Instituto Federal de São Paulo (11.307), pelo curso de direito noturno da UFMG (10.827) e pelo de medicina da Universidade Federal do Acre (10.643).

A Universidade Federal do Ceará foi a instituição que recebeu o maior volume de inscrições (187.563), seguida pelas federais de Minas Gerais (186.881), de Pernambuco (177.235), do Rio de Janeiro (174.110), da Bahia (149.487) e de Goiás (147.897). O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de SP aparece em sétimo, com 142.498 inscrições. O MEC também abriu hoje a inscrição para o Programa Universidade Para Todos (ProUni), que se encerra no dia 29 de janeiro. Ao todo, serão ofertadas 213.113 bolsas, das quais 135.616 são integrais e 77.497, parciais. O Estado de São Paulo concentra o maior número de bolsas - 65.710.

Em meio à guerra travada entre o governo federal e empresas privadas da área de educação por conta das alterações nas regras do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), Luiz Cláudio Costa disse que o governo está em diálogo com o setor, "dentro do pressuposto da qualidade". O ministro (da Educação) Cid Gomes já deixou isso claro: qualidade. O primeiro compromisso do ministro e do Ministério da Educação é com a qualidade. A partir daí, nós temos o dialogo. É para isso que estamos trabalhando. É evidente que é isso que a sociedade espera para que tenhamos mais oportunidades na educação superior com esse pressuposto", disse o secretário-executivo.

O MEC publicou em dezembro uma portaria que dificulta o acesso ao Fies, programa voltado para o financiamento da graduação no ensino superior de alunos de instituições privadas.

Na semana passada, a Fenep (Federação Nacional das Escolas Particulares) protocolou um mandado de segurança coletivo contra o MEC.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

MEC divulga chamada de aprovados do Sisu 2015

Do UOL, em São Paulo
O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta segunda-feira (26) o resultado da chamada regular do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) 2015. Os aprovados devem fazer matrícula nos dias 30 de janeiro e 2 e 3 de fevereiro.
Essa edição teve 2.791.334 inscritos. A região Nordeste teve o maior percentual de inscritos (38%), seguida pelo Sudeste (33%) e Norte (11%). Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro são os Estados com mais participantes. A maior parte dos candidatos tem entre 18 e 20 anos (35%).
Administração (312.991), direito (262.255) e pedagogia (249.348) são as áreas com o maior número de inscrições. Já arquitetura e urbanismo, do Instituto Federal de São Paulo, foi o curso mais procurado, com 13.777 inscrições e 344,43 candidatos por vaga.
A matrícula dos candidatos aprovados na chamada desta segunda deve ser realizada nos dias 30 de janeiro e 2 e 3 de fevereiro. 
Nesta edição, haverá apenas uma chamada. Os candidatos que não foram selecionados podem participar da lista de espera a partir desta segunda-feira (26) na página do Sisu. O prazo vai até o dia 6 de fevereiro. É permitido manifestar interesse na lista de espera apenas pelo curso correspondente à primeira opção.
O sistema do MEC (Ministério da Educação) ofertou 205.514 vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de ensino superior. A seleção foi realizada com base nas notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2014.

INSCRIÇÕES PARA O PROUNI COMEÇAM HOJE!

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) começam hoje (26). Os interessados em obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior já podem consultar na página do programa as bolsas disponíveis.

Nesta edição, o ProUni ofertará 213.113 bolsas, sendo 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas são destinadas a 30.549 cursos e distribuídas por 1.117 instituições.

As inscrições podem ser feitas até o dia 29 na página do ProUni. O candidato que se inscreveu no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) também pode participar do ProUni.

Para se inscrever, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado 0 na redação. Outra condição é ainda não ter diploma de curso superior.

As bolsas integrais são para estudantes que cursaram o ensino médio nas redes pública ou particular, na condição de bolsista integral. Também é necessário comprovar, por pessoa, renda bruta familiar até um salário mínimo e meio. Para as bolsas de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser até três salários mínimos.

Professores do quadro permanente da rede pública de ensino, que concorrerem a cursos de licenciatura, também podem participar do ProUni. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

Veja a lista dos cursos com maior oferta de bolsas:

1.     Administração – 22.050

2.     Pedagogia – 15.562

3.     Direito – 15.010

4.     Ciências contábeis – 11.917

5.     Engenharia civil – 8.405

6.     Educação física – 8.181

7.     Gestão de recursos humanos – 6.854

8.     Enfermagem – 6.801

9.     Psicologia – 5.307

10.   Engenharia de produção – 5.284

Tribuna Hoje

domingo, 25 de janeiro de 2015

ÍCONES DA MÚSICA BRASILEIRA: PETRÚCIO AMORIM

Petrúcio Amorim (Caruaru, 25 de Janeiro de 1959) é um cantor e compositor brasileiro de forró. Petrúcio Antônio de Amorim nasceu em Caruaru-PE, no bairro do Vassoural. Intuitivamente, aos nove anos de idade juntava sons e palavras e fazia suas primeiras canções. Com doze anos já sonhava tocar suas músicas nas emissoras locais.

A devoção musical veio mesmo quando começou a participar dos festivais estudantis. Em 1979 participou do 2º Encontro Latino Americano de Folclore, realizado na Sala de Cultura Luiza Maciel, em Caruaru. Petrúcio concorreu com três músicas, com as quais vence o festival. Os prêmios foram entregues por Luiz Gonzaga. A partir desta data tudo mudou quanto ao incentivo e elogios, constantemente dados somente por amigos e admiradores. Sua primeira música gravada por Azulão ("Confissão de um nordestino") era o início da realização de um sonho.

Em 1981, o poeta Petrúcio conhece Jorge de Altinho, que começava sua carreira de intérprete e que assinou duas músicas de Petrúcio ("Disfarce" e "Confidência") em seu LP "Meu Cantar" (1982); músicas que até hoje embalam almas e corações quando tocadas em bares e casas de shows de todo o Nordeste.

Em 1983, outros sucessos embalam a música nordestina: "Devagar" e "Lembranças", também com Jorge de Altinho. As duas canções despertaram em Petrúcio o desejo de gravar um disco. No ano seguinte, ele recebe um convite da gravadora Polygram, do qual resultou o seu primeiro LP, intitulado "Doce Pecado", um trabalho cheio de inovações, com várias fusões musicais, misturando Rock com Xote, Afoxé com Baião, Toadas e Galopes com poesias carregadas de metáforas.


Em 1986 mais um trabalho é lançado, "Forró, Frevo e Alegria", levando Petrúcio a assumir sua carreira de intérprete, cantando e fazendo shows pelas cidades do interior pernambucano. Mas o gosto pelas composições não parou, e o ritmo do poeta segue com o mesmo entusiasmo do menino do Vassoural. Petrúcio compõe grandes sucessos com Novinho da Paraíba, dentre eles "Estrela cadente" em 1987 e "Nem olhou pra mim" um ano mais tarde, que se tornaria sucesso em todo o Nordeste com Alcymar Monteiro.

Depois de vários forrós, notou que a tendência para o romântico e o samba não era tão difícil. Anos mais tarde, conhece Jorge Silva do Recife, com quem compôs "Como posso te esquecer", gravada por Augusto César, além de "Sanfoneiro bom", gravada por Leci Brandão. Outra parceria ideal deu-se com o compositor pernambucano Leonardo, com quem trabalhou belas canções, inclusive uma delas gravada com Fafá de Belém: "Fiel como um cão".

Petrúcio Amorim também participa de dois festivais. O Canta Nordeste (festival realizado pela Rede Globo Nodeste), com a música "Cidade grande", defendida por Cristina Amaral em 1991. Na época a canção ficou em segundo lugar. Na edição de 1995, o Poeta do Vassoural conquista o primeiro lugar com a música "Meninos do Sertão", em parceria com Maciel Melo e interpretada por Nádia Maia, posteriormente gravada por Zé Ramalho. Cinco anos depois, Petrúcio grava mais um LP, intitulado "Feito Mel no Melão", mais uma grande experiência como intérprete e compositor. Entre as músicas que mais se destacam, a homenagem do poeta a Luiz Gonzaga: "O Rei nas estrelas".

Em 1991, Jorge de Altinho gravou três músicas de Petrúcio ("Meu ex-amor", "Foi bom te amar" e "Menino de rua"), que repetem sucesso. Dois anos depois, Petrúcio lança aquele que seria seu último LP, chamado simplesmente de "Petrúcio Amorim", recheado de novas músicas que marcaram épocas. A obra eterniza o nome do compositor com "Meu munguzá".

O primeiro CD chega em 1995, com o título de "15 Anos de Forró", contendo participações de alguns artistas da mídia pernambucana, como Cristina Amaral, Leonardo e Maciel Melo. "Meu cenário" é uma das músicas do trabalho, que lhe renderia mais de 40 regravações. No mesmo ano, Flávio José estoura com "Meu munguzá", que virou "''Tareco e Mariola''".

Em 1996, Petrúcio recebeu em sua terra natal a grande homenagem, o "São João Petrúcio Amorim", e Flávio José emplaca mais um sucesso do Poeta: "''Filho do Dono''". Dois anos mais tarde, Petrúcio grava o CD "Fim de Tarde", que contém a regravação de "Anjo querubim", a música mais regravada de todo o seu repertório.

Uma das grandes obras do poeta-intérprete é o CD "A Festa do Forró", disco lançado em 2000, no qual reúne doze grandes intérpretes do nosso forró cantando seus grandes sucessos. Nesse mesmo ano, a banda Catuaba com Amendoim grava o álbum "Catuaba com Amendoim Canta Petrúcio Amorim", inteiramente dedicado à obra de Petrúcio, contendo vários de seus sucessos.

Em 2001, o CD "Bebendo da Fonte" reúne obras suas e de parceiros como Accioly Neto e Maciel Melo, gravado pela SomZoom. No mesmo ano a banda Chiclete com Banana grava a música "Tareco e mariola".

Em 2002, Petrúcio Amorim lança o CD "Pra Ficar com Você", recheado de novas e antigas canções, algumas delas parcerias com Jorge de Altinho e Rogério Rangel, cantando com os amigos Santanna, Nádia Maia e Augusto César. Também neste ano, a banda Falamansa grava "Confidências".

No ano de 2004, seu 6º CD e décimo disco da carreira, "Deus do Barro", homenageia um dos ícones maiores da cultura nordestina: o Mestre Vitalino. O álbum tem participações de Valdir Santos, Marrom Brasileiro, Naná Vasconcelos, Dominguinhos e Maciel Melo.

Em 2006, Petrúcio comemora seus 25 anos de carreira gravando ao vivo no Teatro Santa Isabel (Recife) seu CD/DVD "Na Boléia do Destino". A gravação contou com a presença de vários parceiros musicais, tais como: Nádia Maia, Santanna, Cristina Amaral, Geraldinho Lins, Jorge de Altinho e Maciel Melo.

Em 2009, mais uma homenagem. A cantora Cristina Amaral grava o álbum "Dois Rubis - Cristina Amaral Canta Petrúcio Amorim", com vários sucessos do repertório de Petrúcio.

Esse é Petrúcio Amorim, um poeta que trata os seus pelo mesmo adjetivo, mas o seu trabalho não nega o legado. São quatro LPs, sete CDs, um DVD e mais de 200 músicas gravadas. Dezenas de sucessos e vários intérpretes cantando as músicas por todo o Brasil, embalando corações e almas, interpretando e compondo canções que falam da vida e principalmente da nossa gente, da nossa terra.

Ao longo de sua carreira, Petrúcio Amorim colecionou vários sucessos, dentre eles: Confidências, Devagar, Lembranças, Anjo querubim, Estrela cadente, Senão eu choro, Meu ex-amor, Foi bom te amar, Menino de rua, Não chora não chora não, Nem olhou pra mim, Cidade grande, Tareco e mariola, Filho do dono, Meu cenário, Chorar pra quê, Meninos do Sertão, Dois rubis, Quando o coração quer.

Fonte: Wikipédia